REVISTA DOS TRIBUNAIS

thomson reuters

BLOG | REVISTA DOS TRIBUNAIS

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Chanceler russo se reúne com líder norte-coreano Kim e promete apoio a Pyongyang

Chanceler russo se reúne com líder norte-coreano Kim e promete apoio a Pyongyang

Chanceler russo se reúne com líder norte-coreano Kim e promete apoio a Pyongyang

Por Soo-hyang Choi

SEUL (Reuters) – O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, reuniu-se com o líder norte-coreano, Kim Jong Un, informou o Ministério das Relações Exteriores da Rússia nesta quinta-feira, no momento em que os dois países estreitam seus laços diante do que consideram um campo ocidental hostil e agressivo liderado pelos Estados Unidos.

A agência de notícias estatal russa TASS informou que a reunião de Lavrov com Kim durou mais de uma hora, mas o ministério não forneceu mais detalhes.

Lavrov, que chegou a Pyongyang na quarta-feira, agradeceu anteriormente à Coreia do Norte por apoiar as ações militares da Rússia na Ucrânia e prometeu “total apoio e solidariedade” de Moscou a Kim, informou o Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

A visita de Lavrov é vista como preparatória para uma visita do presidente Vladimir Putin, que intensificou a cooperação com a Coreia do Norte, politicamente isolada.

Ao discursar em uma recepção oferecida pela Coreia do Norte na quarta-feira, Lavrov disse que Moscou valoriza muito o “apoio inabalável e de princípios” de Pyongyang à Rússia na guerra da Ucrânia, que chama de “operação militar especial”.

“Da mesma forma, a Federação Russa estende seu total apoio e solidariedade às aspirações da Coreia do Norte”, disse Lavrov, de acordo com a transcrição do discurso divulgada no site de seu ministério.

Depois de conversar com o ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Choe Son Hui, Lavrov disse mais tarde aos repórteres que o aumento das atividades militares dos Estados Unidos e de seus aliados Japão e Coreia do Sul é motivo de preocupação, informou a agência de notícias estatal russa RIA.

Nesta quinta-feira, as marinhas dos EUA e da Coreia do Sul juntaram-se às de outros quatro países – Canadá, Bélgica, Nova Zelândia e Filipinas – para um exercício na costa sul da Coreia do Sul, informou o Ministério da Defesa sul-coreano.

Um bombardeiro B-52 dos EUA fez um raro pouso na Coreia do Sul na quinta-feira para enfatizar a aliança dos dois países contra as crescentes ameaças nucleares da Coreia do Norte, disseram os militares da Coreia do Sul.

 

Mais lidas

Post Relacionado

lançamentos de julho

Lançamentos de Julho

As novidades do universo jurídico chegam com uma coleção de lançamentos de julho imperdíveis para os profissionais do Direito, trazendo obras que abordam desde os